sexta-feira, 5 de março de 2010

CONCURSO LER E BLOGAR



No âmbito das actividades de promoção da leitura e da comemoração do Dia da Poesia (21 de Março), do Dia do Livro Português (26 de Março) e do Dia Internacional do Livro e dos Direitos de Autor (23 de Abril), a biblioteca escolar D. Carlos I lança um desafio ao seu agrupamento de escolas, convidando todas os alunos a participar no concurso de leitura e escrita Ler e Blogar.
Procurando incentivar a leitura crítica e a expressão escrita argumentativa, o concurso Ler e Blogar destina-se aos três níveis de ensino do agrupamento - 1.º, 2.º e 3.º ciclos – incluindo os Cursos de Educação e Formação e de Formação de Adultos.

REGULAMENTO
1. O concurso Ler e Blogar decorrerá de 5 de Março e 23 de Abril de 2010, no âmbito das comemorações dos dias da Poesia, do Livro Português e do dia Internacional do Livro e dos Direitos de Autor.
2. O concurso visa premiar os melhores comentários críticos sobre as obras do Plano Nacional da Leitura, lidas e trabalhadas em contexto de sala de aula, pelo que será conveniente que o trabalho dos concorrentes seja dinamizado pelos professores titulares de turma/ professores de português, em articulação com a biblioteca, nomeadamente em termos da requisição dos livros e dos recursos informáticos necessários à publicação dos trabalhos;
3. A participação é individual, organizando-se de acordo com os seguintes escalões:
1.º escalão – 1. e 2.º anos de escolaridade
2.º escalão – 3.º e 4.º anos de escolaridade
3.º escalão – 5º e 6.º anos de escolaridade
4.º escalão – 7.º, 8.º anos de escolaridade e 1.º ano CEF
5.º escalão – 9.º ano, 2.º ano CEF e cursos EFA
4. Os comentários críticos incidirão sobre as obras constantes nas listagens do PNL, disponíveis e trabalhadas no agrupamento.
5. A extensão mínima dos comentários é estabelecida de acordo com o escalão em que o aluno se situa, a saber:
1.º escalão – 50 palavras
2.º escalão – 80 palavras
3.º escalão – 100 palavras
4.º escalão – 120 palavras
5.º escalão – 140 palavras
6. Os trabalhos deverão ser publicados no espaço do comentário desta mensagem.
7. Os comentários devem indicar o nome da obra e ser devidamente identificados com o nome completo do aluno, n.º, ano e turma.
8. Os trabalhos serão avaliados por um júri de três elementos, abrangendo os três níveis de ensino.
9. O júri terá em conta a correcção da escrita, a originalidade e riqueza do conteúdo e da linguagem.
10. O júri reserva-se o direito de excluir os comentários que não observem os requisitos referidos anteriormente ou que evidenciem fraude.
11. Não haverá recurso da decisão do júri.
12. Serão atribuídos prémios aos três primeiros classificados de cada escalão.
13. Os trabalhos premiados serão divulgados nos blogues da biblioteca:
http://becredcarlosi.blogspot.com/
http://livrosparaquevosquero.blogspot.com/
14. Os trabalhos serão expostos na última semana de aulas do terceiro período.
15. A entrega dos prémios será feita no último dia de aulas do 3.º período.

14 comentários:

-- disse...

Uma iniciativa interessante, Cristina!

Beijinho

Vera Sousa

Professora Paula disse...

"O limpa palavras" do livro "O limpa palavras"
Texto escrito por Álvaro Magalhães e ilustrado por Danuta Wojciechowska

Se eu fosse o autor não mudava nada, porque acho que o poema tem um toque de inspiração e um de felicidade. Mas poderia ter mais pausas em cada quadra.

O que mais me impressionou foi, como o autor conseguiu ir buscar palavras simples e coloca-las nos versos de forma a obter frases engraçadíssimas como “a palavra pedra pesa como uma pedra”.
O que mais gostei foi do contexto da frase:
“A palavra solidão faz-me companhia.”

Na minha opinião este poema tem vocabulário simples destinado a crianças. Acho ainda que o texto nos desenvolve a aprendizagem escolar e a aprendizagem criativa (aprendizagem da criatividade).

Matilde Manso

Professora Paula disse...

Livro: “O limpa - palavras e outros poemas,” escrito por: Álvaro Magalhães

Crítica ao poema: “O limpa - palavras.”

Eu acho que este poema está bem escrito, porque as palavras aparecem-nos com o significado que têm todos os dias ou seja o seu significado verdadeiro. Ao mesmo tempo que nos conta a história/poema do limpa palavra.
Se fosse eu a escrevê-lo nunca teria pensado utilizar as palavras com o autor utilizou.
A leitura do poema torna-se engraçada e acoa que é ideal para ser lido por crianças, recomendo a sua leitura por de certeza que vão gostar.
Eu adorei!!!

Realizado por:
Filipa Lopes

Professora Paula disse...

“As portas”, escrito por Álvaro Magalhães e ilustrado por Danuta Wojciechowska

Gostei deste poema porque nos fala de sentimentos. Os nossos sentimentos permitem-nos ter muitas reacções diferentes. As nossas casas representam muito do que nós somos, porque nós vivemos lá. É por nós que as coisas existem, ou seja, as pessoas é que dão vida às coisas.
A frase que gostei mais foi:
“ Chegou então a hora de nos desviarmos para a deixar entrar: Senhora Porta, pode passar!”.
Se eu fosse o autor estando a escrever para crianças utilizava palavras mais simples, para elas as poderem perceber.

Este poema não é fácil porque pode ser visto de muitas maneiras, dependendo dos sentimentos de cada um.
Por Francisco Palha

Professora Paula disse...

Eu li o poema chamado: “limpa - palavras” de Álvaro Magalhães e gostava de vos dizer algumas coisas sobre ele.
Vou começar por o que mais gostei:
Eu gostei da forma como o autor brincou com as palavras, porque me inspirou e quando eu li, deu-me vontade de rir. É muito giro.
No entanto, eu ainda acrescentaria algumas palavras como “dia” porque gosto mais do que da noite, e da palavra “escola” pois é nela que aprendemos coisas novas.

Realizado por Margarida Macedo

Professora Paula disse...

Há fogo na floresta
Os bombeiros
Concordo plenamente em tudo o que está no texto.
Gostei de que falassem sobre o bombeiro porque é homem valioso, generoso, sempre pronto ao auxiliar o seu semelhante.
São chamados os homens da paz, porque estão sempre de dia e de noite para auxiliar qualquer pessoa.
Transportam pessoas aos Hospitais, combatem incêndios em florestas e cidades, socorrem náufragos sem olharem a qualquer tipo de remuneração o lema do bombeiro "é vida por vida".
Autora: Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada
Realizado por: João Francisco Jacinto

Professora Paula disse...

Concurso ler e blogar
Daniela Lázaro
Turma: 2º/3º A
Ano: 2ºano
Nº 5
“Porta-te bem”
Eu gostei do poema “bons modos à mesa” gostei muito do poema porque foi muito divertido.
E também gostei do poema “saber dar o lugar” foi mesmo giro, fala de um menino que deu o lugar a uma senhora foi muito engraçado.
Eu gostei dos poemas porque eram muito giros.

Professora Paula disse...

Concurso ler e blogar
Daniela Nogueira
2º/3ºA
Ano: 2º
Nº6

A Bruxa Esbrenhuxa.
Ilustrações de Carla Antunes texto de Margarida Castel – Branco. Eu gostei muito das ilustrações, a bruxa era muito simpática. Gostei mais da parte em que a bruxa viu o príncipe e a princesa na bola de cristal. E na história havia um baile de bruxas e havia um príncipe que gostava de uma princesa e viveram felizes para sempre.

Professora Paula disse...

NOME: LUANA MESQUITA RIBEIRO
IDADE: 8
TURMA: 2º/3ºA
ANO: 3º
Nº: 18

“Porta – te bem”
“Bom dia, por favor, perdão!”

Eu gosto deste livro e do poema porque nos ensina a ser bem educados, e também nos ensina a ter bons modos à frente das pessoas, para não nos envergonharmos, e se nos envergonharmos á frente das outras pessoas essas pessoas pensam que nós somos mal educados e isso é mau.
Ah, esqueci-me de vos dizer qual é o autor do texto e também me esqueci de vos dizer quem fez as ilustrações, quem fez as ilustrações foi: Joana Quental. E por fim quem ortografou foi: José Jorge Letria.

Professora Paula disse...

Nome - Martinho Manuel dos Santos Lopes
Ano: 3º
Ano 3º/2º A
Nome do livro há fogo na floresta

Eu gosto do livro “Há fogo na floresta” porque tem animais, mas há um pormenor é a parte do fogo na floresta, não gosto muito dessa parte a floresta fica toda preta. As ilustrações são boas, mas na parte do fogo todos estão a chorar na parte da frente gosto das ilustrações é a minha parte favorita e na história encontros na floresta a minha personagem favorita é a toupeira ela tem uma casa de baixo da terra. Gosto muito do livro.

Professora Paula disse...

Miguel Luís Guerra Freitas
Número 9
Turma 2º/3º A
Ano: 2º


Eu gostei do livro da bruxa Esbrenhuxa porque história é muito gira, mágica e muito romântica. As personagens são a bruxa Esbrenhuxa, gato, rei, as gémeas feias, princesa, cabeleireiro e o príncipe. Eu gostei mais da parte em que as gémeas estavam a discutir e a parte que eu odiei mais foi a parte que a bruxa Esbrenhuxa foi ao cabeleireiro.

Professora Paula disse...

Nome: Pedro José Gomes Porto Barreno
Turma: 2º/3ºano
Ano 3ºano
Idade 8 anos
Eu gosto do livro da bruxa Esbrenhuxa.
Mas é como quase todos os livros.
O fim acaba em casamento e depois eles vivem felizes para sempre.
Os desenhos estão um bocadinho maus porque os narizes pareciam umas batatas.
De resto está tudo bom.
O gato está bem feito e as letras percebem-se.
A parte do rabo do gato estava muito gira e bem feita.

Professora Paula disse...

Nome: Diogo Manuel Baltazar Fonte
Idade: 10 anos
Turma: 2º/3º
Nº 16
Ano: 3º

Eu gostei do livro A Bruxa Esbrenhuxa é um livro muito engraçado, o texto é em prosa. A bruxa era engraçada e simpática e amiga. Esta historia há personagens por exemplo o rei , a bruxa esta historia é muito engraçada. Eu espero que gostem e leiam esta história. E a história acaba em casamento. Eu não gostei das ilustrações as personagens tinham narizes de batata, mas a história era muito gira.

Professora Paula disse...

O poema que eu escolhi chama-se "o guarda-redes miope" de Álvaro Magalhães. Eu gostei muito deste poema. É um poema mesmo muito divertido com um título engraçado,e tem um tema que interessa a muitas pessoas, isso também me agradou muito. Este poema tem uma mensajem especial que nos faz pensar e isso e muito importante.
Além de palavras novas, com este poema aprendi que não é preciso rimar sempre para um poema ser bonito.

Realizado por Catarina Pereira
3ºA